Não sei o que há comigo, mas minha paciência ta curta e to desconfiada de tudo! Sabe quando você não sente segurança?! Você tá andando por aí achando que tá tudo bem, mas lá no fundo, você acha mesmo que não tá nada bem! Eu tenho andado assim. cabeça diz: Tudo bem! coração diz: Só que não!

É estranho e eu não sei apontar a origem da incerteza que me deixa assim, nem consigo por um fim!

Agora ando numa de não completar o pensamento, eu to aqui explodindo com uma pessoa e vem um freio de não sei onde que me para e eu não sei se isso é bom ou ruim! Acho que o freio é um aviso, mas eu nem sei se acredito nisso de “aviso”, então, deixo pra lá…

A chama do ódio diminui: Eu não falo com algumas pessoas nesse mundo, mas eu odeio apenas 2 pessoas nesse mundo! As duas pessoas eu odeio pelo mesmo motivo, as duas pessoas minha mãe não foi com a cara, chegou em mim, falou para mim e eu disse que minha mãe implica com todo mundo (Só que ela só implicou essas 2 vezes) e não sei se é o carma do que mãe fala vira lei, mas as duas pessoas cagaram no maiô legal comigo, daí eu odeio as duas, só que tem uma pessoa que eu quase nunca vejo, e quando vejo, não sinto mais aquele ódio forte. Isso é normal doutor? Bem, talvez a chama do ódio diminua com o tempo, acho que isso até faz bem, mas o melhor é que por mais que diminua, você sabe que é sempre ódio ali!

 

E hoje é dia dos namorados, yey! To com a garganta inflamada, gripada, um pouco irritada, mas to me controlando bem!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s