Toda cura para todo mal

Nessa rotina corrida, qualquer coisa que mude meu caminho, me atrapalha e pode fazer de um dia comum, um dia caótico. Hoje choveu. A barão alagou, o trânsito engarrafou, molhei a sandália, fugi de um ladrão (na chuva)… No fim do dia, comi um bombom, peguei um ônibus, engarrafou mais uma vez e cheguei em casa, 19 horas… As vezes faço um calculo mental e penso em desistir, mas depois penso… A chuva passou, logo logo essa sensação também vai passar. E assim, vou levando um dia atrás do outro!

Minhas aulas começam nessa segunda feira, estava esperando que começasse no início de maio, to ansiosa e animada… E com uma lembrança boa da uespi a noite, fui lá dia desses, e lá não teve nenhuma mudança. As mesmas paredes descascadas, calçadas quebradas, áreas que alagam, bebedouros sucateados, aquele cheiro de vento úmido e até o rapaz do guaraná da amazônia continua lá… Menos jovem, mas com as mesmas camisas estilo abadás e o guaraná continua muito bom! Não vi meus inimigos na uespi (sapos cururus que assustam até os gatos)!

160300067958359042_gLhaERTd_cEsse final de semana, sai com o Ronei, fomos comer sushi, em um lugar antigo, mas que não tínhamos ido ainda, sushi gostoso, grande e o lugar também era bem legal, mais tarde, já em casa, amigos nos chamaram para mais uma saidinha e foi bem legal… Lembrando de tudo isso, vejo que eu também estou sendo engolida pelo sistema, ninguém está a salvo!

O calculo é que amanhã já é quinta e esse dia me deixa mais feliz que sexta, não sei porque! E assim vou levando mais uma semana, fazendo planos, revendo fatos, pensando em tudo que me aconteceu nos últimos, anos, meses e dias… Minha única certeza é a de que tudo é incerto e tudo pode mudar! E só eu posso dizer o que quero para mim, para minha vida… Hoje meu saldo é positivo, tenho poucos amigos, poucos discos, meu disco rígido não é tão grande assim, mas é tudo que eu preciso! E amanhã, só espero que não chova, mas se chover, levo sempre o guarda chuva na bolsa!

“É certo que milagre pode até existir
Mas você não vai querer usar
Toda cura para todo o mal
Está no Hipoglós, no Merthiolate, Sonrisal
Quem tem a paz como meta
Quem quer um pouco paz
Que tire o reboque que espeta
O carro de quem vem atrás”

Anúncios

Correria de nós dois

Faz tempo que não apareço aqui, mas esse ano começou a todo vapor… No mês de janeiro inteiro, nossa casa esteve em obras, fizemos o muro, colocamos grades e trocamos as portas que vieram da construtora (eram super frágeis). Quando terminamos essa parte, já partimos para a fachada da casa e a calçada, que não ficou como pedimos e isso me deixou em um estado de nervos que só vendo… Não vamos mexer nisso agora, vamos respirar economizar um pouco! hahaha Como se já não fosse suficiente, o pedreiro conseguiu sujar e quebrar a parte interna da casa (sendo que não contratamos ele para mexer na parte interna)! Com o feriado se aproximando, vamos lavar a casa e ver melhor o que ainda vamos fazer!

Em fevereiro comecei a trabalhar (na minha área), e me matriculei na pós graduação, o que deixou tudo ainda mais puxado. Ronei continua trabalhando e estudando, a rotina dele sempre foi puxada, apesar de cansado, ele continua lindo e carinhoso comigo (tem dias, hahaha)! Imagem

Eu realmente achava que teria como organizar tudo para o big day ser esse ano, agora já não sei… Vi que obra dá trabalho, leva tempo, precisa estar por perto, precisa ser muito bem pensada, mas é muito bom ver tudo andando, as vezes fora dos trilhos, mas andando, evoluindo, melhorando…

2013 tem me surpreendido e só espero mais surpresas boas e mais tempo para contar tudo aqui!

Ahhhh, já ía me esquecendo, ontem foi dia do blogueiro (20 de março), eu não me lembro dessa data em anos anteriores e só fiquei sabendo hoje! Blogueira que publica bimestralmente pode comemorar? xD

Imagem

Fica aqui minha homenagem a todos os blogueiros, e eu me incluo no todos! 😀

Os números de 2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um resumo:

600 pessoas chegaram ao topo do Monte Everest em 2012. Este blog tem cerca de 5.600 visualizações em 2012. Se cada pessoa que chegou ao topo do Monte Everest visitasse este blog, levaria 9 anos para ter este tanto de visitação.

Clique aqui para ver o relatório completo

A primeira compra…

Tem que ser especial, pra nunca esquecer!

Antes mesmo da casa está 100% pronta, ganhei alguns presentes de casamento (Oi vó!), mas esses dias fiz uma compra fútil para nossa casinha, mas que faz toda diferença no que queremos para nós!

Comprei duas almofadas, inspiradas no filme Pulp Fiction (que eu e Ronei amamos) e um carpacho Slide to unlock, para a porta da casa, esse é mais a cara do Ronei… Também comprei descansos de pratos e ímas de geladeira, como disse: Um pouco fútil, mas com cara de nosso!

Pulp Fiction

Ando sempre garimpando algumas coisas que gostaríamos de ter na nossa casa, enquanto estamos nesta confusão de pedreiro (gente, como pedreiro é complicado)! Hoje a tarde, fui com meu pai ver o orçamento com um mestre de obras, que parecia entender bem do serviço, mas que cobrou um valor além da nossa espectativa, e pediu um tanto a mais de material também! Então, por hora, vamos ver orçamentos com outros pedreiros da região, meu pai conhece os donos de uma loja de material de construção lá pertinho, que estão com os preços bem bons, é um ponto positivo, e eles podem nos indicar pedreiros que eles conheçam, de preferencia quando o Ronei estiver livre, ele entende bem mais que eu!

Agora deixa eu falar mais da minha aquisição! Sabe qando você compra uma coisa, mas espera que quando a coisa chegar, não vai ser tudo aquilo?! Pois foi exatamente o contrário! hahaha

O carpacho é ótimo e bem maior do que eu imaginei, e as almofadas, são grandes, fofas, macias e o desenho não é só na frente, tem as costas também (literalmente costas) hahaha!

Carpacho Slide to unlock

Estava com saudades de aparecer por aqui… Me empolguei com as aquisições, e mesmo com a decepção do orçamento da obra, fiquei feliz por estar dentro do nosso bolso, mas bem que poderia tá folgado no bolso, né?!

 

 

 
 

Ninguém deveria meter a colher…

Não importa o quão feliz você está, sempre vai ter alguém para dar um pitaco negativo, ou falar daquela filha da prima lá de Caldas Novas que foi deixada no altar, tadinha… Mas o que isso tem haver com a minha felicidade? NADA! Coisas ruins acontecem, com muitas pessoas, coisas bem piores que ser deixada no altar, ou de um divórcio, ou de ser tracado por outra pessoa! Temos que ter vontade de mudar, crescer, evoluir, recomeçar, sempre! E sabe o que eu faço com os conselhos que me dão sobre, não confiar na pessoa que está comigo, não contar tudo para ele, não emprestar dinheiro? Jogo todos eles no lixo, pois eu estou há 5 anos com quem amo, já tive brigas, fases ruins, mas tive muita coisa boa, memorável, gostosa de lembrar… E mesmo as ruins, me serviram de experiência, ensinamento… Estou nessa vida para viver, não para pisar em ovos, para viver intensamente, amar intensamente e ser feliz intensamente…

Estou trabalhando em um lugar onde as pessoas sentem pena das outras, porque acham que se essa pessoa tá feliz é porque tá iludida, ou porque é enganada, feita de boba… Olha, entre ser infeliz tendo a certeza do mundo, prefiro ser feita de boba mil vezes… Uma boba com história para contar, alegria de viver e motivos para comemorar!


Amar não é ter certeza, não é ter explicação, não é ter razão! Amar é dúvida, frio na barriga, tentar acertar no presente e eventualmente errar, é fazer uma comida horrível e ouvir que tá ótima, só por que a pessoa que te ama, reconhece o seu esforço, é não emprestar dinheiro e sim dar, quando se tá junto, não dá para separar… É tudo junto, quase a mesma coisa e isso não tem nada haver com ser eterno, mas eterno enquanto houver motivo para sorrir, alegria de viver, amor, paixão, carinho, cuidado e frio na barriga!

Então, enquanto você tem medo de ser feliz e tá tão preocupado comigo, se avexe não, eu não sou de vidro e se fosse, superbonder tá aí pra isso! Agora deixa eu ir ali ser feliz, por que o dia de amanhã a Deus pertence…

*Amor, por mais que digam, tentem, da gente, só a gente sabe. Te amo, mas não sei te dizer até quando, no amor não existe prazo de validade, né!  Mas agora, te amo muito e estou feliz assim, sem pressa, sem medo!

 

Bastidores desses 5 anos

Parece que foi ontem, 13 de setembro de 2007, um calor escaldante no B R O bró de Teresina, depois de poucos encontros, muitas conversas, vieram as palavras, não tinha como ser diferente! E aqui estamos, completando 5 anos de namoro, planejando um futuro maior, tecendo sonhos!

Lembro de quando você me mostrava suas músicas e eu te mostrava meus filmes, você me mostrava seus jogos e eu te mostrava minhas comidas preferidas, você me mostrava suas séries e eu te mostrava meu mundo nos blogs! E eu amei suas músicas, suas séries, seus jogos, você amou meus filmes, comidas e tem sua própria paixão por blogs! Hoje são nossas músicas, nossos filmes, nossos jogos, nossas comidas, nossas séries e nosso blog! E com essa afinidade, tudo é sereno! Como aquela vontade de sushi do nada, ou a simples escolha entre o filme mais violento e todos os outros! Juntos, nós funcionamos bem melhor!

Amor, esses 5 anos a teu lado, foram os melhores anos da minha vida… E é só nisso que penso hoje, na felicidade que é estar a teu lado!

Olívia e Homer, quem diria?!

Amo você!!!